Taking Stock #3: Amorzinhos do mês de Agosto

10:00

Oi gentes, tudo bem?
"Quando a coisa está muito ruim, significa que depois ela ficará muito boa" é uma frase que eu sempre ouvi em casa e que sempre me incentivou a levantar a cabeça, continuar meus projetos e seguir em frente e, minha nossa, eu nunca fiquei tão feliz por acreditar tão fielmente em algo.
Números nunca foram o meu forte e nunca foi algo que me animava e incentivava muito - é claro que eu quero muito que muitas pessoas leiam e me assistam na internet, mas não porque ganharei dinheiro com isso, mas sim porque estarei influenciando e sendo amiga de alguém e é algo que eu amo fazer.
Você deve ter visto que eu fiz um post falando sobre testes em animais e a repercussão dele foi a maior até agora no blog e eu fiquei tão feliz - não porque foram várias pessoas conhecendo o blog, fiquei feliz porque foram várias pessoas se preocupando o mínimo que seja com a origem e procedência das marcas que consomem e isso é extremamente gratificante.
Fora que, por mais que eu finja que não, eu amo ser nerd e amo estudar. Estar de volta na faculdade, aprendendo, ficando até cansada de tanto pensar e conhecendo coisas novas me deixa muito animada. Saio de casa todos os dias pensando no que o professor vai falar na aula - e acho que todo mundo que estuda devia se sentir assim.
Estou começando a ser rata de biblioteca e estou lendo livros indicados pelos professores do meu curso - sobre moda e sustentabilidade, desenho, história, etc. Também estou adorando ler textos de blogs bem escritos - o que é bem importante para me ter como leitora - como os da Amante de Rímel. Além de textos reflexivos como este sobre pedir demissão, este sobre a dura realidade do jovem que precisa trabalhar pra sustentar tudo e este falando sobre a vida social de jovens adultos - que eu também já dei uma visão aqui.

Depois de mil anos assistindo somente Grey's Anatomy eu finalmente me viciei em outras séries: The Get Down - tem 5 motivos pra você começar a assistir agora - Narcos - que já tinha visto por cima, mas vi tudo de novo para esperar a segunda temporada em 2 de setembro - e Stranger Things - que realmente não sosseguei até acabar e vi tudo num dia.

Fall to Pieces - Velvet Revolver: melhor música para colocar alto nos fones de ouvido e encarnar seu rockstar favorito colocando em prova toda sua falta de potência vocal comparado a esse cara.
Glycerine - Bush: uma das minhas músicas favoritas para cantar no chuveiro ou quando estou tentando superar a bad. É tão linda e tão gostosa de ouvir.
Way Down We Go - Kaleo: a Islândia tem cada de uma coisa boa, né gente? Essa banda é aquele tipo que dá orgasmos nos ouvidos porque é extremamente talentosa.
Tainted Love - Soft Cell: não é novidade nenhuma que eu amo uma boa música dançante dos anos 80. Além de tudo ela é sexy, como a gente lida? Nunca saí da minha playlist.
Kicking and Screaming - Miley Cyrus: eu amo resgatar as músicas que eu ouvia na minha infância/pré adolescência porque me faz bem lembrar como eu era, do que eu gostava e porque eu gostava. É legal fazer isso porque é um momento de total introspecção. E como eu lembro de me fantasiar e copiar esse DVD de cabo a rabo quando eu tinha uns 14/15 anos no meu quarto. É ridículo, mas é o que a gente é e não tenho vergonha nenhuma disso - é ótimo dar risada de si.
Hatefuck - The Bravery: foi o começo da minha vida como viciada em músicas indie/alternativas. Conheci a banda por causa do Tumblr e tinha essa música na playlist de uma amiga virtual. Agradeço até hoje por ter me apresentado.

Escrever por aqui, escrever no meu caderno, achar pauta para o blog e canal de Youtube e produzir vídeos - logo mais vocês vão entender do que eu estou falando porque terão muitos vídeos para o Youtube e estou ajudando uma grande amiga minha com um projeto incrível. Achei outra paixão: editar vídeos - porque antes eu só legendava.



Estou viciada em fotografia e o estilo flat lay é o que eu mais tenho curtido tanto no Pinterest quando no Instagram e criei uma pasta cheia de inspirações para esse estilo lá no perfil do blog.




Comendo/Cozinhando: é muito difícil eu comer besteira porque aqui em casa temos uma alimentação muito saudável e meus parentes estão de dieta, mas não abrimos mão de doce. A solução que eu encontrei foi criar uma Pokebola doce - que nada mais é que um docinho no pote com iogurte, morangos e chocolate amargo - e quem sabe em breve eu ensino a fazer no canal?
Desejando: que mais e mais pessoas conheçam o meu trabalho e se identifiquem com ele. Cada comentário, mensagem e acesso me motivam a continuar escrevendo mais e mais.
Necessitando: esse mês eu não senti necessidade de absolutamente nada, acho que estou aprendendo a respeitar minhas vontades e quando eu me pressiono muito, me forço a parar, tomar um café e respirar. Tem funcionado muito.
Pensando: que o mundo precisa urgentemente de um band-aid, educação e respeito. Todo mundo está muito nervoso, triste e frustrado e parece uma doença que vai se espalhando por todo lugar. Falta positividade, amor, respeito, carinho e ombro amigo. Parece que a qualquer momento uma terceira guerra mundial vai acontecer por um motivo muito idiota.
Sentindo: gratidão e me sentindo querida. Me afastei completamente de quem não me fazia bem e no meu aniversário eu ouvi tanta coisa boa que está correndo comigo ao longo do mês.
Agradecendo: os verdadeiros amigos e familiares que eu tenho.

É isso gente, espero que tenham gostado do Taking Stock desse mês. Se tiverem sugestão é só deixar nos comentários.
Obrigada por tudo e até mês que vem.
Com amor,
Querida Asquini.

You Might Also Like

0 comentários

Sobre

Larissa Honorato
Apaixonada por música, moda, fotografia e comportamentos sociais. Procuro instigar o questionamento e a curiosidade das pessoas para que sempre se descubram e reconstruam.