NYFW: Tendências, política e muita coisa legal

16:35

Se tem algo que sempre dá o que falar com certeza essa coisa se chama semana de moda - em qualquer lugar do mundo. E não é a toa, afinal, moda é algo muito presente e importante na vida social atual. É questão de estilo, personalidade, social e política.
Já tinha falado aqui sobre a confusão da Yeezy nos primeiros dias da semana de moda de Nova York, mas hoje eu vim falar de coisa boa e dar um resumão e muita dica pra vocês.
Apesar de o desfile ser voltado para o próximo verão do hemisfério norte, o hemisfério sul sempre - sempre - pega as ideias e já aplica no nosso verão - que é antes que o deles. Então bora lá.

MELHORES MOMENTOS

JEANS FOR REFUGEES


Na quinta-feira, 8, logo no primeiro dia da semana de moda, tivemos um desfile com uma proposta muito legal do estilista Johny Dar. O Jeans For Refugees (jeans para refugiados, em tradução livre) já é um projeto conhecido no mundo da moda. Isso porque o Johny teve a iniciativa de criar jeans artísticos para arrecadar fundos com o intuito de ajudar os refugiados do mundo inteiro doando o dinheiro para a International Rescue Comittee.
É simplesmente tão maravilhoso que merecia muito mais destaque na mídia do que realmente teve. Moda está completamente ligada a política e, ver isso acontecendo de verdade, chega a tocar o coração. E ah, se você quiser saber mais sobre o projeto e assistir o desfile completo é só vir aqui.

TOMMY HILFIGER + GIGI HADID


Você já deve ter visto algum item - imitação ou não - de Tommy Hilfiger por aí. A marca virou febre nos últimos anos especialmente por ter se atrelado a figuras muito famosas no mundo digital tais como Gigi Hadid, Kendall Jenner e até mesmo a brasileira Camila Coelho.
Tommy - que é mais esperto que todos nós juntos - criou uma coleção de ready to wear com a modelo queridinha do Instagram, Gigi Hadid (a loirinha do canto direito) e apresentaram na sexta, 9. A coleção é toda numa pegada naivy (marinheiro) tendo como principais cores o azul, vermelho, branco, cinza e preto.
Taylor Swift já foi vista andando por aí com o vestido azul da coleção da sua amiga. E sabe qual é a parte mais legal? O desfile foi exibido num parque de diversões montado especialmente para o evento com mais de 2 mil pessoas.

OPENING CERIMONY


Ok, devo admitir que esse foi o meu desfile favorito. Não, não tem praticamente nada a ver com roupas em si, mas sim com a proposta do desfile.
A Opening Cerimony já é bem famosa por se preocupar em como vai exibir suas roupas da próxima estação - o que por si só já é fantástico e deixa muita marca no chinelo - e dessa vez não foi diferente.
O desfile foi apresentado por dois comediantes e foi armado como competições de misses em que as modelos eram candidatas e tinham que responder perguntas bem polêmicas e pertinentes a moda como a a crise dos refugiados, feminismo, questões sexuais (transgêneros), esteriótipos e por aí foi.
Exibindo várias roupas com listras - de todos os tipos, cores e espessuras - atrizes como Whoopi Goldberg, Natasha Lyonne ('Orange Is The New Black'), Aubrey Plaza ('Parks and Recration') e Aidy Bryant ('Saturday Night Live') chegaram cheias de atitude na passarela. Nem parecia um desfile e eu acho que essa foi a melhor parte - não era manjado.


Década de 1980 é maravilhosa. Jeremy Scott - queridinho das cantoras pop e rei das coleções com a Melissa - sempre exibe peças divertidíssimas na passarela. A junção dos dois só poderia dar coisa boa.
Muito top cropped, tecido imitando vinil, estampas coloridas e divertidas, metálico e muito, muito amarelo e azul foi exibido pelo estilista na segunda-feira, 12.

RESUMÃO: AS CORES, MODELAGENS E MUITO MAIS

BRANCO

A maioria dos desfiles estava numa pegada extremamente minimalista que até enjoou de ver - e olha que eu sou o minimalismo em pessoa. O branco foi visto em quase todos os desfiles principalmente nas peças da Brock Collection. Camisas, saias com babadinhos, franjas ou mais rocker como a do Prabal Gurung são apostas certeiras para o verão 2017. Lace-up front ainda continua aqui e Marissa Webb mostrou bem isso. Já no desfile da Noon by Noor e da Desigual o branco foi visto em peças mais soltinhas e leves com a cara tradicional do verão.

ROSINHA 

Basta olhar o Pinterest e o Instagram pra perceber que o rosé está em toda parte. Acho que eu nunca vi tanta gente levando tão a sério a cor do ano (rosa quartzo). Na passarela isso também foi evidente, mas em peças extremamente femininas e delicadas como blazers, vestidos e camisas - aliás, pelo olhar da Kyboe o slip dress (vestido camisola) vai vir com tudo no verão.

 ROXO

Eu amo quando vejo estilistas colocando cores nada convencionais em homens (ô moços para terem preconceito com moda viu?) como o Michael Costello - aliás essa foi a cor do desfile inteiro, praticamente. O tema do moço era jardim botânico a meia noite e todas as flores ficando mais escuras - roxas e pretas, no caso.
Atenção moças: os vestidos longos com fendas enormes (chora família tradicional brasileira) vai dar aquela refrescada no look em diversas modelagens.

VERMELHO E BORDÔ:

Os tons foram variados em todos os desfiles, mas no geral apareceu em vestidos, casacos, saias e macacões. Dica: procure o tom certo de vermelho para combinar com a sua pele - se você é do time que não gosta de cores chamativas, aposte em tonalidades mais escuras principalmente no bordô- agora, se você gosta de chamar atenção só tome cuidado para não brigar com seu tom de pele - a tonalidade do look de Tadashi Shoji é perfeito para moças muito branquinhas ou muito negras.

 AMARELO E LARANJA

Não, ninguém foge de cores quentes em climas quentes - durr -, mas as modelagens estão fresquinhas e dá pra apostar numa cor mais chamativa.
No desfile da Band Of Outsiders eu fiquei com vontade de desfilar com uma capa de chuva amarela a lá Lou de "Como Eu Era Antes de Você" - só que no caso dela é um trench coat mesmo.
SUPER HIPER MEGA ATENÇÃO: você vai se cansar de ver blusas no estilo ciganinha nas vitrines do shopping. Fica a dica.

 PRETO

Góticos suaves de plantão, se tem alguém que pensou em nós esse alguém foi Vera Wang. Isso porque o desfile inteiro foi preto - uma peça ou outra branca. Ombros de fora, saias com recorte assimétrico, rendas, transparência e alfaiataria nada casual foi exibido em muitos desfiles.
Pontos muito altos para o desfile do Barragan que era muito andrógeno e trouxe essa camiseta maravilhosa escrita "lesbian" com a tipografia do seriado Friends.

METÁLICO E MUITO BRILHO

Não é só nos sapatos que essa tendência virá forte. Em casacos - viu meninos? - acessórios (bolsas e cintos), detalhes (fenda metálica em camisetas, vestidos, etc) e por aí vai.
Até em vestido de gala você pode ficar de olho como esse maravilhoso desfilado pela maravilhosa Jourdan Dunn no desfile da Misha.
Marchesa como sempre com aquele ar de coisa chata também exibiu bastante brilho no desfile - ô queridas já passou da hora de mudar né?

AZUL

Não é porque é cor fria que é só de inverno não. Apareceu em tons mais escuros, inclusive. Fique de olho no azul royal e no azul caneta principalmente.
E sim, veludo molhado continua entre nós como mostrou a Concept Korea.

COR DE BURRO QUANDO FOGE

As variações de marrom - ocre, bege -, verde musgo e verde militar aparecerão principalmente em casacos. Se você já tem um casaco verdinho militar, vale investir em patches como no desfile da Desigual para customizar e modernizar.

ESTAMPAS

Pode apostar em quadriculados - simétricos ou assimétricos -, letras, mistura entre étnico e quadriculado, e estampas coloridas que misturam cores quentes e frias de uma forma mais neutra como no desfile da Concept Korea e da Brock Collection.

BELEZA


O mundo digital influencia muito nossa vida e a Desigual se aproveitou disso e chamou muita atenção com as maquiagens que imitavam os filtros do aplicativo Snapchat. Eu senti essa mesma inspiração nos óculos da Gentle Monster que pareciam a abelhinha do app.
Pra quem gosta de tendência de maquiagem a dica é a seguinte: delineador metálico, sombra cobre, blush bem rosinha e pele muito iluminada (como no desfile da Supima).
Outra dica é ficar pronta pra voltar pra febre do gloss e deixar o batom líquido mate na gaveta.

É isso pessoal, eu espero muito que vocês tenham gostado e vejo vocês no próximo post.
Com amor,
Querida Asquini.

You Might Also Like

0 comentários

Sobre

Larissa Honorato
Apaixonada por música, moda, fotografia e comportamentos sociais. Procuro instigar o questionamento e a curiosidade das pessoas para que sempre se descubram e reconstruam.