Amigos, amigos, tempo à parte

14:29

Não tem seriado que representa isso melhor, né? ♥

Quando me disseram que eu não deveria comparar uma amizade de longa duração com uma recente fiquei intrigada, mas não falei nada, apenas fiquei olhando para meu amigo com uma pulga atrás da orelha.
De fato as amizades com anos de duração terão mais momentos para serem lembrados tais como um namoro que começou e acabou, um membro da família que você perdeu ou uma doença que você enfrentou. Essas pessoas que acompanham você há anos conheceram o antes e o depois de você se tornar o que é hoje, mas isso não necessariamente significa que apoiaram você o tempo todo ou que foram bons amigos.
Eu tenho os dois tipos de amizades: as recentes e as mais antigas. Minha melhor amiga, por exemplo, me conhece há mais ou menos nove anos e não nos falamos todos os dias, mas ela sempre sabe quando eu estou com um problema ou quando as coisas estão boas e quando nos encontramos pessoalmente é tranquilo e sempre temos sobre o que conversar, mesmo depois de tantos anos. Também tenho um grupo mais recente de amigos que estão comigo há mais ou menos cinco anos e falamos sobre absolutamente tudo e de vez em quando nos chamamos para comentar alguma coisa que vimos na internet e que nos fez lembrar um ou outro e eles sempre estão me perguntando como eu estou e vice-versa.
Um outro grande amigo meu é meu namorado que me conhece há quase quatro anos e presenciou situações que nem minha "ex-amiga" que conhecia há dezesseis anos viu e me ajuda como ninguém quando eu tenho algum problema.
Existe também meu novo grupo de amigas que eu conheço há cerca de um ano e conversam comigo querendo descobrir um pouquinho mais sobre quem eu sou e pelo o que eu passei e são mais novas do que eu, então sempre tento ajudá-las.
Bem, eu tenho outros grupos de amigos como as minhas amigas de escola que conheço há oito anos mais ou menos. Amizades que ficaram mais firmes com o tempo e se tornaram mais importantes e as que eram muito importantes não significando nada.
O que eu quero dizer com tudo isso é que eu concordo que não devemos comparar uma amizade longa com uma curta, não porque a longa sempre será superior e mais importante ou significativa, mas sim porque todas elas importam e todas elas te completam de maneiras diferentes mas igualmente importantes.
Não importa de qual amigo eu esteja falando ou há quanto tempo eu o conheço, eu vou me importar com todos eles da mesma forma. Até porque já tive amizades "de anos" que nada mais eram do que relacionamentos abusivos assim como amizades recentes na base de interesse, mas também tenho amizades longas que são estáveis e tranquilas e também amizades "recentes" que tem de tudo para ficar comigo a vida inteira, se quiserem.
Eu sou grata por todos os amigos que eu tenho e nenhum deles é mais ou menos importante que o outro, não importa o tempo. Tenho mais histórias com alguns do que com outros, mas o que isso importa se no final do dia todos eles estarão lá da mesma forma?

P.S..: deixe as amizades que não fazem bem pra lá e nomeie como "ex-amigos". Alguns deles nunca foram amigos de verdade, então porque manter contato? Seja um bom amigo e só aceite o mesmo tipo de tratamento de volta. Isso vale para qualquer relacionamento porque reciprocidade é o segredo para qualquer um dar certo.
P.S.2: Feliz dia do amigo!

Com amor,
Querida Asquini.

You Might Also Like

0 comentários

Sobre

Larissa Honorato
Apaixonada por música, moda, fotografia e comportamentos sociais. Procuro instigar o questionamento e a curiosidade das pessoas para que sempre se descubram e reconstruam.