VLOG: Precisamos Falar do Lollapalooza

14:44

Sempre me perguntam porque eu gasto tanto dinheiro em shows ou porque eu falo tanto sobre festivais. Sempre me criticam por acharem muito caro ou por simplesmente pensarem que não vale a pena.
A grande verdade sobre tudo isso é que foi a minha maneira de encontrar a minha igreja, o meu ponto de paz.
Talvez seja até um pouco irônico dizer que eu sinto paz em meio à um mar de gente, mas eu juro que sinto.
O artista pulando, olhando admirado para a platéia. O público que canta as letras como se o mundo fosse acabar naquele instante e tudo fizesse sentido. A energia contagiante de sentir que pertence à algum lugar, de que você está a salvo e que ninguém ali está te julgando.
Eu sempre tento explicar tudo isso, mas na verdade você não explica, você sente. Porque afinal música é como fé: você sente, acredita, mas não há muito como explicar, apenas sentir.
E o mais engraçado desta fé é que é a única que não segrega, que cria proibições: tem espaço para todo mundo, de todos os jeitos e todos os gostos.
Talvez isso faça todo o sentido para você, ou talvez você me ache louca por pagar um valor exorbitante "só pra ver uma banda", mas a verdade é que eu não me importo com nada disso. Eu me importo unicamente com ter uma edição todos os anos que eu sei que vou pisar no meu solo sagrado e exorcizar os meus demônios e eu não poderia ser mais grata à organização do festival por me permitir isso.
E falando nisso tudo deixo vocês com uma galeria de imagens lindinhas - sem muita edição porque achei totalmente irrelevante deixar tudo muito editado nesse post - e com o vídeo mais amor do meu canal.
Espero que gostem. E ah, já deixo avisado que teremos vlog do Maximus Festival (e se a vida colaborar, do show do ruivinho mais lindo desse mundo a.k.a Ed Sheeran). Veremos o que Linkin Park ainda tem a mostrar. ♥


Cage The Elephant deixando os indies todos doidinhos ♥

Como de costume, o vocalista do CTE se jogou no público diversas vezes e logo depois dessa imagem, eu agarrei esse moço todo suado (assista ao Vlog).

Metallica foi certamente o show que mais me surpreendeu nessa vida quando se trata de qualidade de músicos e presença de palco. Acredito que toda banda deveria olhar para os caras como verdadeiros professores.

Sim, a gente estava muito pertinho.

Sabe o que foi o mais legal dessa parte? A galera da banda The XX estava ali do meu lado curtindo o show babando pelos caras. Engraçado que eles são de estilos COMPLETAMENTE diferentes.
Flagrada pelo boy chegando no segundo dia do festival.


No domingo fui acompanha por um casal de amigos - e o Lucas, como de costume - que foram ótimos no acompanhamento "dancinha indie esquisita".

Foto de lookinho só temos do segundo dia e na foto eu uso camiseta Bendita Augusta, shorts Marisa e tênis surrado perfeito para festivais.

Duran Duran enchendo o povo tudo de papel picadinho. ♥


Two Door Cinema Club deu um show maravilhoso e mostrou à todos como fazer uma balada indie ao vivo. Foi incrível e eu pulei feito uma cabrita.


The Strokes foi a minha frustração desse ano no Lolla como vocês puderam ver no vídeo, mas mesmo assim eu me diverti muito (mesmo esperando mais e tendo reclamado bastante).
Bem pessoal, esse foi o post do meu festival favorito nesse mundinho todo e eu espero muito que vocês tenham gostado. Um beijão para vocês e até o próximo post.

You Might Also Like

0 comentários

Sobre

Larissa Honorato
Apaixonada por música, moda, fotografia e comportamentos sociais. Procuro instigar o questionamento e a curiosidade das pessoas para que sempre se descubram e reconstruam.