Sex Education: Uma Série Necessária

20:44

Jon Hall - Netflix
Acho que não existe um único adolescente no mundo que não tenha problemas com a própria imagem e a própria sexualidade. Até mesmo aqueles que parecem tão seguros e confiantes em si mesmos costumam esconder questões bastante complexas.
Sex Education é uma produção britânica que estreou recentemente na Netflix e criou um verdadeiro furdúncio na internet. A narrativa se concentra em Otis - um adolescente praticamente invisível no círculo social - que tem uma mãe terapeuta sexual. Mesmo sendo virgem, o garoto aprende tanto com a mãe que passa a reproduzir o trabalho dela dentro da escola junto com Maeve - uma jovem toda rebelde -, dando conselhos sexuais aos colegas do colégio.
Sam Taylor - Netflix

O enredo é completamente leve e divertido, sendo uma dessas séries maravilhosas e confortáveis para te deixar entretido, mas longe de deixar alienado. Tratando sexualidade com a maior naturalidade, a produção aborda homossexualismo, amizade, masculinidade tóxica, feminismo, relacionamentos (amorosos e parentais), aborto e muito mais de uma maneira compreensível, fácil e delicada, sempre trazendo reflexões sobre as temáticas.
Apesar de já não estar mais na adolescência, não pude deixar de pensar o quanto essa série se faz necessária para esse público. Quem me dera ter assistido Sex Education quando eu tinha meus quinze anos! Mais do que isso, quem me dera que toda a temática envolvida fosse abordada com tanta naturalidade entre eu e meus colegas.

Sam Taylor - Netflix

Acredito fielmente que, se nós tivéssemos assistido na adolescência, nos sentiríamos representados por nossas dúvidas não respondidas (e às vezes nem perguntadas) e neuras não expressadas. Não digo que eliminaria os preconceitos - velados ou não -, mas com certeza nos faria refletir sobre assuntos tão importantes e relevantes hoje em dia.
Eu recomendo que todo mundo veja essa série, principalmente adolescentes e pais (não necessariamente assistam juntos), é importante que os pais sempre enxerguem pela perspectiva dos filhos, afinal, todo pai já foi filho um dia.
IT'S MY VAGINA! (se você não pegou a referência, tá na hora de assistir!).

You Might Also Like

0 comentários

Sobre

Larissa Honorato
Apaixonada por música, moda, fotografia e comportamentos sociais. Procuro instigar o questionamento e a curiosidade das pessoas para que sempre se descubram e reconstruam.