Um buque de respeito e uma caixa de orgasmos

17:14

Foto: Pinterest

Nós somos jovens gostosas ou velhas caídas. Somos nomeadas, expostas, escondidas.
Nós gritamos, choramos e somos histéricas. Esquecem de nós no sexo ou na hora de fazer a preza.
Nós somos loucas, lésbicas, feministas ou não queremos "títulos".
Sentimos medo do está escondido ou do que foi dito. Medo esse, até, que parece surreal, mas poucos sabem realmente o que para nós é pecado mortal.
Sentimos raiva umas das outras, mas quando pensamos "e se fosse eu?". Aí, meu amigo, só posso dizer que fodeu.
Falamos gírias, palavras de baixo calão e sabemos que são poucos os que vão nos dar a mão.
Nossa genitália é xingamento e será que você já pensou sobre por algum momento?
Queremos gostar do que gostamos sem ter que explicar. Queremos ser nerd ou geeks sem você nos menosprezar.
Queremos sexo quando queremos, sem imposição ou obrigação.
Somos putas, viadas, vacas, prostitutas, vagabundas, mães e filhas. Somos feras, bichas, anjas sereias e mulheres. Mas somos nossas e somente nossas e não dos que quiserem.
Parafraseando aquela lésbica fodona vou ficando por aqui, mas antes de fechar esse post eu te peço para refletir: por que hoje nos dá os parabéns? Se nós conseguirmos direitos tu vai comemorar ou tentar impedir de irmos além?

À todas as mulheres que eu admiro, a todas que me admiram - todas elas.Vamos continuar resistindo, gritando, chamando atenção e fazendo jus à todas que queimaram por nós.
Peço sororidade e mais amor, juntas somos mais fortes. Sempre acreditem. Por favor.
Feliz dia internacional das mulheres.

Texto por Larissa Honorato. Favor creditar se for compartilhar ♥. Beijas!

You Might Also Like

0 comentários

Sobre

Larissa Honorato
Apaixonada por música, moda, fotografia e comportamentos sociais. Procuro instigar o questionamento e a curiosidade das pessoas para que sempre se descubram e reconstruam.