Como aprender inglês sozinho?

21:00


Oie gentes! Tudo bem? No vídeo sobre 15 coisas para matar o tédio eu falei sobre aprender um idioma sozinho, comentei que eu aprendi a falar inglês por mim mesma e muitas pessoas me perguntam como eu fiz isso, então aqui vai um pequeno guia. 

1. Escute 
A parte mais importante para você entender como é a fonética do idioma e como você ai aprendê-lo é escutar. Mesmo que você não saiba o que uma só palavra significa, ao ouvir uma pessoa falando com fluência você entende como aquele idioma é transmitido. Sabe quando você coloca "tion" no final de cada palavra em português para que fique em inglês: mesation, caderation, cadernation, conversation... 
Uma hora você vai associar com seu idioma nativo. Cada idioma tem um som, português é o idioma com a fonética mais aberta e variada, o que nos possibilita uma facilidade absurda de aprender outro idioma (assim como dificultamos a vida dos estrangeiros). Inglês tem muito "tion", francês fala com biquinho, alemão parece que está bravo o tempo todo, italiano grita e assim por diante. 

2. Leia 
Não, não estou pedindo para você ler um livro inteiro inglês, só fiz isso depois de muito tempo. Comece por seu filme internacional favorito, coloque no idioma original (porque você provavelmente já o decorou de cabo a rabo) e coloque legendas em inglês. Acostume-se a ler e ouvir aquele idioma, a forma como é escrita e então as regras virão com facilidade na sua cabeça e com naturalidade. Avance para entrevistas de seus artistas favoritos em inglês e tente entender sem olhar a legenda o tempo inteiro. Depois leia textos curtos como os de blogs - porque é linguagem informal -, leia tweets, gibis/histórias em quadrinhos e principalmente, leia histórias infantis. Eu sei que isso pode parecer bobo, mas histórias infantis possuem uma linguagem monótona e repetitiva que fará você nunca se esquecer de regras simples. Depois evolua para uma leitura de um livro que você já leu em português e tente em inglês.

3.Escreva 
Sabe quando você quer compartilhar algo com seu amigo no Facebook? Ou anotar um recado para si mesmo para não esquecer de algo? Então, faça essas coisas habituais em inglês. Mesmo que você não envie um textinho como "hey, look what I found. This reminds me of you" e o traduza de volta para português, pelo menos você exercitou seu cérebro a escrever em outro idioma. Escreva cartas para amigos, mesmo que não envie. Escreva as letras de suas músicas favoritas e depois confira se acertou. 

4. Fale! 
Entrar em contato com qualquer pessoa que fale o idioma é maravilhoso, principalmente se é o único idioma com o qual vocês podem se comunicar, porque assim ou você fala, ou você fala. Algo que me ajudou muito foi ter contato com estrangeiros durante a Copa do Mundo. Minha mãe me pediu para ajudá-la a alugar alguns imóveis para os estrangeiros que estavam aqui a passeio, então tive que falar com gente de tudo que era lugar: Inglaterra, Alemanha, Índia, EUA, entre muitos outros e o fato de eles terem sotaques MUITO diferentes me forçou a aprender (caso contrario minha mãe não locaria também). Fui também a um pub para assistir um dos jogos da Inglaterra e tinha inglês saindo pelo ralo e por incrível que pareça, poucos garçons e atendentes sabiam como responder às dúvidas dos britânicos. Salvei um homem de abrir a porta do banheiro feminino porque na porta dizia "mulher" e ele associou o "m" com "male". Expliquei tudo isso pra ele e ele ainda me perguntou se eu morei na Inglaterra porque eu falava com facilidade (claro que dei uma gargalhada), só agradeci o elogio.
São algumas dicas bobas, simples e mais fáceis do que parece. Se você não tem contato com pessoas de fora, a internet existe para quebrar essas barreiras, não tenha medo de comentar em vídeos no Youtube, nem em fotos no Instagram e nem de dar um reply comentando o tweet de alguém que você gosta. Acreditem em mim, se eu consegui, vocês também conseguem. 
Hope you guys like it. 
Xoxo - GG (não). 
P.S.: isso serve pra qualquer idioma!
Com amor, 
Querida Asquini.

You Might Also Like

0 comentários

Sobre

Larissa Honorato
Apaixonada por música, moda, fotografia e comportamentos sociais. Procuro instigar o questionamento e a curiosidade das pessoas para que sempre se descubram e reconstruam.